sábado, novembro 22, 2014

Nova Laranjeiras:Homem procurado pela Justiça de Foz do Iguaçu foi preso na Fazenda Velha

Cumprimento de Mandado Judicial

POR VOLTA DAS 18:00 HORAS EM PATRULHAMENTO NA ESTRADA DE ACESSO À LOC. DE FAZENDA VELHA FOI ABORDADO UMA PESSOA DE 37 ANOS E APÓS BUSCA PESSOAL FOI FEITO CONSULTA VIA COPOM ONDE FOMOS INFORMADOS QUE POSSUÍA UM MANDADO DE PRISÃO EM SEU DESFAVOR (Nº 000296677-80) EXPEDIDO PELO JUIZ DE DIREITO RODRIGO LUIZ BERTI DE FOZ DO IGUAÇU. DIANTE DOS FATOS FOI DADO VOZ DE PRISÃO E DITO SEUS DIREITOS E ENCAMINHADO A 2ª SDP PARA OS PROCEDIMENTOS CABIVEIS.

Sd QPM 1- 0 Iter Fernando Pedroso.
Plantão COPOM 2ºCia/16º BPM/4º CRPM.

sexta-feira, novembro 21, 2014

Lava-Jato: empreiteiros “rasparam” contas bancárias

Começa a se confirmar o rumor de que a operação Lava Jato tenha vazado para os suspeitos antes de ser deflagrada. As primeiras varreduras feitas para o bloqueio de até R$ 720 milhões de dirigentes de empresas presos na operação mostram que as contas bancárias dos investigados podem ter sido esvaziadas antes da determinação da Justiça Federal. O Banco Itaú informou, em ofício encaminhado à Justiça Federal, que não havia valores a serem bloqueados nas contas de Walmir Pinheiro Santana (UTC Participações), Valdir Lima Carreiro (Iesa) e do lobista Fernando Soares. O banco bloqueou apenas os R$ 4,60 que estavam na conta de Ildefonso Colares Filho, que deixou a presidência da Queiroz Galvão em abril passado, depois que a operação foi deflagrada. As informações são do O Globo.

Os valores encontrados nas contas de alguns outros executivos também não foram altos. Sócio da Galvão Engenharia, Erton Medeiros Fonseca teve R$ 4 mil bloqueados. Já Agenor Franklin Magalhães Medeiros, diretor da área Internacional da Construtora OAS, teve R$ 6 mil retidos. Foram bloqueados ainda cerca de R$ 33 mil do empresário Sergio Cunha Mendes, vice-presidente da Mendes Junior. Apenas as contas de Gerson de Mello Almada, um dos sócios da Engevix, tinham valores mais altos, superiores a R$ 1 milhão.

Também não surtiu efeito a busca por saldo nas contas de Dalton dos Santos Avancini, presidente da Camargo Corrêa, e de João Ricardo Auler, presidente do conselho de administração da empresa, mantidas no Banco Caixa Geral do Brasil. No mesmo banco, também não havia saldo ou aplicações financeiras em nome de José Aldemario Pinheiro Filho, da OAS.

As duas instituições foram as primeiras a atender à determinação da Justiça Federal, que determinou o bloqueio de R$ 20 milhões por pessoa. No total, 16 pessoas foram alvo de pedido de bloqueio de valores. Não foi determinado bloqueio de valores de nenhuma das grandes empresas envolvidas.

O Ministério Público Federal já solicitou a colaboração das autoridades suíças para bloquear valores mantidos em contas no exterior pelo doleiro Alberto Youssef e pelo ex-diretor da Petrobras Renato Duque. O também ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa teve US$ 23 milhões bloqueados no exterior. Pedro Barusco, gerente da Petrobras subordinado a Duque, já negociou a devolução de US$ 100 milhões.

Vaccari e o fantasma da cadeia

O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, tem dormido bastante tenso em meio aos depoimentos prestados nos últimos dias à Polícia Federal pelos executivos presos na sétima fase da Operação Lava Jato – especialmente depois que o presidente e sócio majoritário da UTC, Ricardo Pessoa, falou aos investigadores. Pessoa afirmou em depoimento que tinha "contato mais próximo" com Vaccari, que lhe solicitava dinheiro para o PT. O empresário foi apontado por delatores do petrolão como líder do clube do bilhão, o cartel formado por empreiteiras para fraudar licitações da Petrobras. São cada vez maiores as chances do petista se juntar ao clube dos presos até agora na esteira da Lava Jato. (Silvio Navarro, da Veja).

Dias x Dias

O Dia do Fico propalado pelo ministro Manoel Dias, do Trabalho, é uma indireta para Osmar Dias. O ex-senador do PDT do Paraná quer ser ministro da Agricultura. E teria apoio de parte do partido

Lupi, presidente da legenda, bateu martelo por Manoel. Fica onde está. Mas falta combinar com a presidente Dilma.


Leandro Mazzini, UOL

Pinhão:Curso “Caminhos do Cuidado” capacitou 38 profissionais da saúde

Nas últimas cinco semanas, profissionais da saúde, na maioria agentes comunitários de saúde do interior do município, participaram do curso de capacitação Caminhos do Cuidado, um projeto da Ong Caminhos do Cuidado promovido pelo Governo Federal por meio dos Ministérios da Justiça e da Saúde que conta com o apoio da Prefeitura de Pinhão. O curso capacitou 38 profissionais entre agentes e técnicos da saúde do município.
O treinamento destes servidores que atuam nas Unidades Básicas de Saúde foi ministrado pelo assistente social Vilson Antônio Prudente e pela enfermeira de Guarapuava Vilma Muzzolon, e tem por objetivo promover a excelência no atendimento aos pacientes, em especial aos dependentes químicos (crack, álcool e outras drogas) e pacientes de doenças mentais, ou seja, uma formação específica em saúde mental.
Os cursos aconteceram na câmara de vereadores de Pinhão e o encerramento e confraternização foi realizado na tarde de hoje, 19, no Restaurante Trevo, com a presença dos profissionais da saúde, tutores e secretário de saúde Ivonei Oliveira Lima.
Fonte:http://www.pinhao.pr.gov.br/curso-caminhos-do-cuidado-capacitou-38-profissionais-da-saude/

Senado deve limitar divulgação de pesquisas eleitorais

Senadores da Comissão de Constituição e Justiça devem aprovar na próxima semana, uma PEC para limitar a divulgação de pesquisas eleitorais a 15 dias do primeiro e do segundo turnos. Ontem parlamentares da base aliada e da oposição criticaram a veiculação dos levantamentos e defenderam mudanças nas atuais regras, que não contém qualquer tipo de restrição à divulgação de pesquisas feitas com o eleitorado durante o período de campanha. As informações são da Agência Estado.

A alteração é apoiada pela cúpula do PMDB do Senado. Candidatos do partido criticaram duramente a divulgação de pesquisas de intenção de voto às vésperas das eleições.

A PEC foi apresentada pelo senador Luiz Henrique (PMDB-SC) em 2012 e ganhou impulso para avançar na Casa após o segundo turno deste ano. De acordo com a proposta, a divulgação de pesquisas fica proibida a partir do décimo quinto dia anterior até as 18 horas do dia da votação. A votação da matéria deve ocorrer na próxima semana, uma vez que foi concedida vista coletiva aos integrantes da comissão.

Designado para relatar a PEC hoje na reunião da CCJ, o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) concordou com o parecer já apresentado pelo relator original da proposta, o colega Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), ausente da sessão. Em seu parecer, Randolfe havia dito que as pesquisas têm "o condão de induzir ao chamado voto útil, aquele que objetiva vetar a vitória de determinado candidato e não manifestar a preferência por candidato tido como sem possibilidade de êxito pelas pesquisas".

"Trata-se de uma iniciativa importantíssima no contexto do processo eleitoral, para que nossa democracia tenha legitimidade", afirmou Marcelo Crivella. "Não existe democracia na divulgação das pesquisas", completou.

Embora não tenha citado sua condição pessoal nas últimas eleições, o próprio Crivella aparecia, em pesquisas às vésperas do primeiro turno, numericamente em terceiro lugar em sondagens ao governo do Rio de Janeiro. Ele estava tecnicamente empatado com o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ), mas, concluída a votação, ficou em segundo lugar. Crivella perdeu a disputa para o governador reeleito do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), no segundo turno.

Durante os debates, Luiz Henrique afirmou que a atual forma de divulgação de pesquisas favorece quem tem poder de contratar os institutos, como donos de TV, rádio e jornal, que têm condições de publicar os levantamentos que são favoráveis a seus interesses. "A aprovação dessa medida é também uma norma de estabelecimento de igualdade de condições entre os candidatos nas eleições", disse.

O autor do projeto lembrou que o assunto assume maior "gravidade" depois que o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Dias Toffoli, mostrou em entrevista ter grande preocupação e disse ser necessário fazer uma severa regulamentação do tema. O peemedebista destacou ainda que o Congresso já havia aprovado uma lei para impedir a divulgação de pesquisas a 15 dias da eleição, mas o Supremo Tribunal Federal, em 2006, julgou a mudança inconstitucional. Segundo ele, se tal mudança for feita via PEC, não haverá problemas legais para ela vigorar.

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) chamou de "escárnio" o atual sistema de divulgação de pesquisas, que, segundo ele, está influenciando o eleitor. O tucano sugeriu uma mudança na PEC, a fim de seguir o modelo norte-americano de veiculação das sondagens. Segundo ele, os institutos que forem contratados por candidatos, partidos políticos e coligações não podem fazer, ao mesmo tempo, levantamentos para meios de comunicação. A iniciativa tem como objetivo impedir que veículos de comunicação queiram favorecer, com a divulgação das pesquisas, determinados candidatos.

"Ou uma coisa ou outra", disse Cunha Lima. "Isso é um conflito insuperável", destacou o tucano. Luiz Henrique disse que apoiava a mudança proposta "tranquilamente". Se passar na CCJ, ainda terá de tramitar no plenário do Senado e depois ser remetida para apreciação da Câmara dos Deputados.

Nova Laranjeiras:É hoje, seis horas de baile com Chiquito & Bordaneio e banda no Clube Sorela

foto:Chiquito & Bordaneiro e o Noh ,produtor de eventos

Seis horas de baile !!

É hoje, seis horas de baile com Chiquito & Bordaneio e banda no Clube Sorela, 

Mega-show baile 

Chiquito & Bordaneio e banda
Local:clube Sorela
Início:23 horas

Imperdível!!!

foto:Lucas Minotto /olho aberto

Lava Jato: dinheiro também foi usado para pagar chantagem de ex-amante

O presidente da UTC, Ricardo Pessoa, confessou em depoimento à Polícia Federal, ter feito pagamentos ao doleiro Alberto Youssef que repassou os valores a uma ex-amante que chantageou o executivo em 2012. No interrogatório, Ricardo Pessoa disse que pagou cerca de R$ 800 mil para a ex-amante. "Parte do dinheiro em espécie entregue a Youssef foi levado para pagar uma chantagem por parte de mulher de nome Mônica Santos com quem teve um breve relacionamento há cerca de 22 anos, a qual passou a lhe importunar a partir de meados de 2012", diz o depoimento.

Ninguém põe 'um paralelepípedo' no Brasil sem fazer acerto, diz advogado

O advogado do lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, disse na quarta-feira (19) que não se faz obra pública no Brasil sem "acerto" e que quem nega isso "desconhece a história do país". As informações são de Guilherme Voitch na Folha de S. paulo
Um dos 24 presos na Operação Lava Jato, Baiano estava foragido desde sexta-feira (14) e entrou nesta terça na sede da Polícia Federal em Curitiba. Seu depoimento, marcado para esta quarta, foi adiado para sexta-feira (21).

"O empresário, se porventura faz alguma composição ilícita com político para pagar alguma coisa, se ele não fizer isso não tem obra. Pode pegar qualquer empreiteirinha e prefeitura do interior do país. Se não fizer acerto [com políticos], não coloca um paralelepípedo no chão", disse Mario de Oliveira Filho, que defende Baiano.

O advogado disse ainda que os empresários detidos na Operação Lava Jato são "vítimas da cultura política do país". A operação da Polícia Federal investiga um esquema de fraude em licitações na Petrobras.

Apesar da declaração, Oliveira Filho negou que seu cliente tenha intermediado pagamento de propina em obras da Petrobras. A participação de Baiano foi apontada em depoimentos feitos pelo doleiro Alberto Youssef e pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

"Estão tratando ele como bode expiatório. Ele é um empresário que descobre um problema de infraestrutura e vai atrás da solução, vai atrás da empresa que tem a solução, recebendo uma porcentagem absolutamente legítima disso", disse.

Segundo os depoimentos de Youssef e de Paulo Roberto Costa, Fernando Baiano seria o operador do PMDB no esquema de corrupção na estatal --o que o partido nega. O advogado do lobista também negou relação de seu cliente com a legenda.

"Dizem que ele é ligado ao PMDB. Perguntei para ele e ele disse que não conhece o Renan Calheiros, que nunca viu e que não tem ligação nenhuma com o PMDB", disse.

Mario de Oliveira Filho disse ainda que Baiano tinha passagem marcada para poder depor na PF, mas que, na sexta-feira, foi "surpreendido" com o pedido de prisão.

"Ele abriu mão de depor no Rio, onde mora, para vir a Curitiba esclarecer tudo. Estava colaborando com a Justiça."

Segundo ele, Baiano não iria responder sobre temas aos quais a defesa não teve acesso: "Só podemos nos defender daquilo que sabemos que estamos sendo acusados".

Pinhão:Novembro Azul, palestra aborda Saúde do Homem

Na tarde de terça-feira, 18,na Câmara de Vereadores de Pinhão, foi realizada uma palestra alusiva ao Novembro Azul, com o tema: Saúde do Homem.
Diversas pessoas, na maioria servidores públicos municipais, acompanharam a palestra com o Dr. Waldemar Geteski Jr e tiraram suas dúvidas com relação a doenças que assolam muitos homens, como Diabetes, Pressão Arterial, Câncer de Pele e Próstata.
O secretário de saúde Ivolnei Oliveira Lima destacou a importância da atenção à saúde do homem. “A prevenção sempre é o melhor remédio, os homens nem sempre tem o hábito de cuidar da saúde como a mulher, devemos quebrar este paradigma. É preciso estar sempre alerta e antecipar a doença fazendo os diagnósticos necessários.” Completou Ivonei.
Participaram do evento além do secretário de saúde Ivonei Oliveira Lima, vereadores Aroldo Antunes Domingues, Alain Cezar Abreu, servidores públicos e imprensa local.
Fonte:http://www.pinhao.pr.gov.br/palestra-aborda-saude-do-homem/

Marquinho:Vereador Nego Varela explanou sobre o livro "anjos do bem" e a importância da Uopeccan em Cascavel

O Vereador Varela , esteve em Cascavel na ultima quarta feira na Uopeccan , Hospital do Câncer de Cascavel , onde acompanha tratamento de uma sobrinha . 

Em uma breve explanação na Câmara de Marquinho ele pediu que os vereadores adquiram livro 
'' Anjos do Bem '' onde crianças contam em relatos como a doença chegou suas vidas ....A cada livro vendido um percentual vai diretamente ao Hospital . 


Em breve nas livrarias de Laranjeiras do Sul. 

Todos os vereadores elogiaram o Hospital , em palavras e dizendo que irão sim ajudar comprando o livro , afinal é para uma grande causa.

Reportagem Hercules Folador

Estão rindo da cara do povo brasileiro, diz Serraglio sobre Petrolão


O deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), em entrevista à imprensa, disse que os envolvidos nos escândalos "estão rindo da cara do povo brasileiro". "É uma vergonha. É um escândalo bilhardário", disse Serraglio.

Catanduvas:Coroada miss terceira idade do Município

Jantar dançante realizado pelo grupo "Conviver" da terceira idade de Catanduvas, marcou a coroação da Miss Terceira Idade no biênio 2014/15 "Organizamos uma grande festa para esta data que é um dia especial para aquelas que foram eleitas e representam o clube perante a sociedade". Enfatiza Eloá Bernart, presidente do grupo Conviver.
            As festividades aconteceram no dia 15 de novembro e contou com a maioria dos sócios do clube e autoridades constituídas "Apoiamos e incentivamos a terceira idade por entender que de fato esta é a melhor idade e estes homens e mulheres que muito fizeram por Catanduvas e  ainda hoje contribuem para o crescimento e o desenvolvimento do nosso município merecem nosso respeito e gratidão". Argumenta a prefeita Noemi.
            As eleitas foram: Miss 3ª idade Alides Paula Deola, 1ª princesa Irma Bulin e 2ª princesa Maria Antônia de Oliveira.

Fonte:http://catanduvas.pr.gov.br/index.php?sessao=86e6c6191evf86&id=1305441

Pinhão:Invernadinha recebe iluminação pública

Após anos sofrendo com a escuridão que assolava as ruas do bairro Invernadinha, a secretaria de obras de Pinhão instalou nesta semana dezesseis novas luminárias acopladas aos postes de luz no Núcleo Habitacional Juvenal Stefanes.
O trabalho foi realizado por eletricistas da referida secretaria e tem por finalidade prover claridade às vias públicas da comunidade de  Invernadinha. Em breve outros locais do bairro receberão iluminação.
Segundo o secretario de obras Sebastião da Silva Walter, o Basto, novas luminárias estão sendo instaladas na Avenida João Jose Zattar , bairro São João, próximo a Coamo, numa extensão de 400 metros. O trecho entre a PR170 e o bairro Colina Verde também receberá iluminação pública nos próximos dias.
Fonte:http://www.pinhao.pr.gov.br/invernadinha-recebe-iluminacao-publica/

Suspeitos na Lava Jato movimentaram R$ 23 bilhões

O presidente do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), Antonio Gustavo Rodrigues, disse na quarta (19) que a instituição detectou mais de 4.000 pessoas e igual volume de empresas com transações suspeitas entre 2011 e este ano. No período, o Coaf (unidade de inteligência do governo federal) identificou "movimentações financeiras atípicas" do grupo totalizando R$ 23,7 bilhões, dos quais quase R$ 900 milhões em dinheiro. A informação foi dada nesta quarta pelo jornal "O Globo".

Segundo Rodrigues, essas 4.322 pessoas físicas e 4.298 pessoas jurídicas são investigadas na Operação Lava Jato da Polícia Federal. "Encaminhamos 108 relatórios à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal sobre a operação [Lava Jato]. Pode até ter mais pessoas [que as 4.322]", afirmou Rodrigues.

"Tem gente envolvida com o crime, mas tem gente que não está", disse o presidente do Coaf: "No relatório aparece movimentações anormais envolvendo 4.322 pessoas físicas e 4.298 jurídicas". Segundo Rodrigues, só em 2014 quase 3.000 relatórios do Coaf foram encaminhados à PF, à Receita e aos Ministérios Públicos.

Catanduvas:Vacinação atinge meta no Município

A campanha de vacinação contra a poliomielite e sarampo iniciou no dia 09 de novembro em Catanduvas "Realizamos uma ampla divulgação para que nenhuma criança no município fique sem receber a vacina, e o resultado foi positivo e alcançamos a meta proposta". Afirma a prefeita Noemi.
            Catanduvas tem 986 crianças aptas a serem vacinadas "Vacinamos até o momento 92% desse total e pretendemos vacinar 100% das crianças, que é a meta oficial, até o dia 28 de novembro quando a campanha chega ao seu final". Informa o secretario de saúde Anderson de Sene.
            O município de Catanduvas foi o que mais vacinou crianças no primeiro dia de campanha de vacinação, atingindo 82% do total, dentro do perímetro de abrangência da 10ª Regional de Saúde de Cascavel.

Fonte:http://catanduvas.pr.gov.br/index.php?sessao=dd9a004596vfdd&id=1305460

Arno Augustin na Itaipu

A jornalista Cristiana Lobo, do G1/Globo News, adianta na quinta-feira que se Luiz Carlos Trabuco, presidente do Bradesco, aceitar comandar o Ministério da Fazenda terá como primeira missão escolher um novo secretário de Tesouro Nacional. O atual ocupante da pasta, o gaúcho e petista Arno Augustin está cotado para assumir um cargo na Itaipu Binacional.

"Se aceitar o convite da presidente Dilma Rousseff – o que alguns dizem que já foi feito – Trabuco terá como principal missão escolher um novo secretário do Tesouro. Isso quer dizer que Arno Augustin vai mesmo deixar Brasília – seu destino pode ser um cargo em Itaipu. Um nome cotado para a Secretaria do Tesouro é o de Joaquim Levy, que já integrou a equipe no governo Lula. Hoje, ele é também é da equipe do Bradesco", diz Cristiana Lobo. Leia a seguir, a coluna na íntegra.

A presidente Dilma Rousseff trabalha com três nomes para a equipe econômica do segundo mandato: a manutenção de Alexandre Tombini no comando do Banco Central e Luiz Carlos Trabuco ou Nelson Barbosa para o Ministério da Fazenda.

Se Trabuco aceitar, Nelson Barbosa pode ser deslocado para o Ministério do Planejamento. Se Trabuco recusar, Barbosa pode ir para a Fazenda.

Em reunião com o ex-presidente Lula na residência oficial do Torto, na terça-feira, da qual participaram o ministro Aloizio Mercadante e o governador Jaques Wagner, que deverá integrar o novo governo, Dilma descartou a possibilidade de convidar Henrique Meirelles para sua equipe.

É possível que os comandantes da economia no segundo mandato sejam anunciados já nesta quinta-feira, dia que é feriado em São Paulo, sem funcionamento do mercado – ou, no máximo, na sexta-feira.

A presença de Tombini na comitiva da presidente na viagem à Austrália, para a reunião do G20, fez surgir especulações de que ele pudesse ser transferido para o Ministério da Fazenda. Sempre foi uma carta na manga da presidente, mas que ela não pretendia usar.

Tombini continuará à frente do Banco Central, tendo como principal missão perseguir o cumprimento da meta de inflação, para que ela volte para o centro da meta que é de 4,5%. Dilma gosta da idéia de ter alguém da carreira do serviço público no Banco Central, fato que ela exalta sempre que se refere a Tombini.

Entre todas as alternativas apresentadas a Dilma, o nome de Trabuco sempre foi o que mais a agradou. Ele participou de vários grupos de trabalho com o governo e muitas reuniões de empresários ou do setor financeiro com a presidente Dilma.

Para o fato de ter origem em um banco – é presidente do Bradesco –, condição que Dilma criticou muito na campanha da adversária Marina Silva, o presidente do PT Rui Falcão deu uma explicação. “Ele não é banqueiro, é bancário, funcionário. Banqueira é a Neca Setúbal (aliada de Marina) que é acionista do Itaú”.

O discurso em favor de Trabuco, portanto, está pronto entre os petistas. Trabuco foi, também, um nome apresentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Luiz Carlos Trabuco está nesta quarta-feira em Nova York – o que fez alguns lembrarem de caso semelhante: Fernando Henrique Cardoso também estava em Nova York quando foi avisado por Itamar Franco que seria transferido para o Ministério da Fazenda. Até hoje, Fernando Henrique diz que foi nomeado “à revelia”.

Se aceitar o convite da presidente Dilma Rousseff – o que alguns dizem que já foi feito – Trabuco terá como principal missão escolher um novo secretário do Tesouro. Isso quer dizer que Arno Augustin vai mesmo deixar Brasília – seu destino pode ser um cargo em Itaipu. Um nome cotado para a Secretaria do Tesouro é o de Joaquim Levy, que já integrou a equipe no governo Lula. Hoje, ele é também é da equipe do Bradesco.

Direito de resposta do Superintendente do Incra, Sr. Nilton Bezerra Guedes

Em resposta à matéria “TCU – Nilton Bezerra chefe do INCRA está inabilitado por oito anos de função pública”, publicada neste portal Olho Aberto, a Assessoria de Comunicação Social da Superintendência Regional do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Paraná, esclarece que:
O superintendente Nilton Bezerra Guedes interpôs pedido de reexame contra o acórdão nº 2174/2014 do Tribunal de Contas da União, alegando observância às medidas cautelares deferidas no processo, dentro do prazo previsto e em conformidade com o Regimento Interno do TCU.
O pedido foi acatado e, por determinação do relator competente para apreciação do recurso, o acórdão encontra-se em efeito suspensivo desde o dia 14 de outubro de 2014, nos itens que atingem o superintendentePortanto, Nilton Bezerra Guedes não está inabilitado da função pública, mantendo-se em pleno exercício da função.
Ressalta-se que o superintendente Nilton Bezerra Guedes, ao longo de toda a sua trajetória dentro do Incra, tendo inclusive sido diretor nacional de Obtenção de Terras, manteve plenamente seu caráter honesto e leal no exercício das funções públicas e continuará empenhado por colocar em prática da forma mais eficiente e ilibada possível as políticas públicas para o atendimento dos beneficiários da reforma agrária no Paraná.
Atenciosamente,

Assessoria de Comunicação Social do Incra/PR

LEIA ABAIXO MATÉRIA RELACIONADA

TCU - Nilton Bezerra chefe do INCRA esta inabilitado por oito anos de função pública. 



Pinhão:Prefeitura entrega novas carteiras para escolas municipais

Terça-feira, 18 de novembro, no período da tarde, foi realizada a entrega de 3 mil carteiras para escolas municipais da sede e do interior de Pinhão.
A entrega simbólica aconteceu na escola Nossa Senhora da Glória, com a presença do prefeito Dirceu de Oliveira, secretária de educação e cultura Noriam Coelho Basílio, Valdir Amaral Lima da equipe técnica da secretaria, profissionais da escola, alunos e imprensa local.
As carteiras foram adquiridas em convênio com o PAR – Plano de Ações Articuladas no valor de R$ 435.093,70. O mobiliário é de acordo com a estatura do aluno, contendo também mesas indicadas para pessoas com cadeira de roda e conjunto de carteiras para professores.
Fonte:http://www.pinhao.pr.gov.br/prefeitura-de-pinhao-entrega-novas-carteiras-para-escolas-municipais/

Laranjeiras do Sul:Eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores terá bate-chapa.. Massuqueto "sonha" em ser Presidente....


Bate-chapa na eleição da Câmara de Vereadores

A Eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores para o biênio 2015/2016 poderá ter bate-chapa..... 
O fato é que o Vereador Darci Massuqueto (PMDB) está tentando articular uma chapa para enfrentar a atual Presidente daquela Casa De Leis a Vereadora Ivone Portela (PT) na eleição que ocorrerá no mês que vem.
Massuqueto "sonha" em ser Presidente....e com seu sonho está "angariando" apoios de outros Edis... Estra-oficialmente a chapa encabeçada pelo Vereador Massuqueto (candidato a Presidente) teria a seguinte formação abaixo:

Vice-Presidente: Vereador Magrão

1º Secretário: Vereador Daniel Giacobo / toco 

                                         2º Secretário:Vereador Elton Ruths 

Caso a "escalação " da chapa se confirme com o Vereador Darci Massuqueto candidato a Presidente , podemos dizer que esta será a CHAPA do Berto Silva, que irá dar "suporte" ao ex-prefeito e aos seus interesses em tentar voltar a ser Prefeito de Laranjeiras do sul em 2016....  Agora vamos "digerir" a ideia.,... 

Massuqueto

Bom, o Massuqueto sempre apoiou o Berto Silva, foi Secretário de Esportes na gestão do Ex-Prefeito e lhe apoiou nas eleições deste ano quando Berto Silva foi candidato a Deputado Estadual, então é fato notório sua tendência política em ser orquestrado politicamente pelo Ex-Prefeito....

Magrão

O Vereador Magrão também tem laços de amizade e políticos com o Ex-Prefeito Berto Silva, também é fato notório... este sempre "defende" os interesses do Ex-Prefeito, inclusive deverá votar pela aprovação das contas do Ex-prefeito, deixando até de analisar as irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Paraná, deverá votar pela Camaradagem .... 

Toco 

O Vereador Toco, vereador investigado no "caso dos golfinhos" aparece como provável candidato a 1º Secretário ...  politicamente é fato notório que a adversidade política com o ex-prefeito "ERA" ferrenha, seu pai, Danilo Giacobo perdeu a eleição para Berto Silva no ano de 2004, e rumores cogitam o nome de Danilo Giacobo como pré-candidato a prefeito nas eleições de 2016,  pelo histórico de adversidade política, vejamos algo ESQUISITO..muito esquisito ... onde este vereador fazer parte de uma Chapa encabeçada por um ALIADO de Berto Silva... caso isso se confirme será mais um fato político em Laranjeiras do Sul.

Elton Ruths

O Vereador Elton Ruths também é surpresa na chapa encabeça por um aliado do ex-prefeito... é fato notório a adversidade política da família Ruths , família esta com grande histórico político em Laranjeiras do Sul , onde o Sr. Lauro Ruths, pai do vereador foi muito criticado pelo ex-prefeito em vários ocasiões, então é surpresa o Vereador Elton Ruths fazer parte desta chapa.... será que este vereador irá votar "favorável" as contas do Ex-prefeito Berto Silva... talvez sim.. talvez não... mas apoiar um aliado do ex-prefeito ele irá... aí foi o BOI COM A CORDA....

Cinco votos..


Caso se confirme a chapa acima descrita,  já teríamos 4 votos dos  13 existentes na Câmara de Vereadores,  podemos até dizer que esta chapa já teria 5 votos, pois o Vereador Everson Mesquita aliado do ex-prefeito Berto Silva provavelmente deverá apoiar o candidato Massuqueto, talvez por vontade própria, talvez a pedido de Berto Silva.... 

Enfim,  5 votos já estariam praticamente definidos , agora resta saber que outro (s) Vereadores que tenham caráter, dignidade e seriedade teriam coragem de votar na chapa encabeça por  Massuqueto, quem correrá os possíveis riscos em apoiar e eleger Massuqueto como Presidente... e "tropeçar" num provável e desastroso mandato na importante Câmara de Vereadores.... 

Aprovam o trabalho da Atual presidente e montam chapa contra?

Recentemente os Vereadores Darci Massqueto e Elton Ruths gravaram entrevista a este blog avaliando a atual Presidente da Câmara de Vereadores,  e agora serão adversários?  Um ditado antigo diz o seguinte.., "Em time que está ganhando não se mexe " .. então se aprovam a Gestão da Atual Presidente Ivone Portela qual seria o Verdadeiro INTERESSE  do Vereador Massuqueto em ser Presidente?? 
Quais interesses estão por trás desta chapa??

Reportagem:Minotto

André Vargas pede licença médica e retarda cassação

Alvo de um processo de cassação por quebra de decoro parlamentar, o deputado André Vargas (ex-PT) informou na quarta-feira (19) à Câmara dos Deputados que fez uma cirurgia na boca e precisa de pelo menos de uma semana para se recuperar. Com isso, a votação da perda de seu mandato, que deveria ocorrer na próxima semana, deve ser marcada para os dias 3 ou 4 de dezembro. As informações são da Folha de S. Paulo.

No contato telefônico com os técnicos da Câmara, Vargas afirmou que o procedimento ocorreu nesta terça, mas não deu detalhes. Ele ficou de enviar um atestado médico nos próximos dias.

Ex-vice-presidente da Câmara, Vargas é acusado de quebra de decoro por ter ligação com o doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava Jato da Polícia Federal.

Segundo o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), o adiamento por uma semana é um prazo razoável e tem objetivo de garantir a ampla defesa do parlamentar. Ele negou que haja o risco de o processo não ser votado até o fim dos trabalhos do Congresso neste ano, no final de dezembro.

"Ele foi cirurgiado e pediu um tempo mínimo necessário para sua recuperação, que seria de uma semana apenas. Ele quer comparecer e se defender no plenário", disse.

Vargas espera que os deputados encerrem as atividades anuais sem que seu processo ao plenário da Casa, onde será analisado em votação aberta, o que favorece a cassação. Sem a perda do mandato, ele não seria enquadrado na Lei da Ficha Limpa e não ficaria inelegível por oito anos.

O processo por quebra de decoro foi confirmado na semana passada pela Comissão de Constituição e Justiça.

Catanduvas:Prefeita participa de Seminário Ambiente de Negócios

A prefeita de Catanduvas Noemi, Secretária de Planejamento Silvana de Moura Zin, Terezinha de Carli Oliveira representante da Secretária de Administração, A agente de desenvolvimento Marialda de Fátima Simioni Féll, o representante da Associação Comercial de Catanduvas Nilton Armando Kronbauer, os membros da Diretoria da COPERUVAS, Sr. Maurilio Ditadi, Marileusa Aparecida Ern Colla e Edna Gonçalves Rossow Gaspar, Participaram em Cascavel de um SEMINÁRIO AMBIENTE DE NEGÓCIOS NOS MUNICÍPIOS, que aconteceu no SEBRAE, durante a Semana da Pequena Empresa, considerada pelo SEBRAE “Uma semana para olhar o futuro”, teve palestras sobre Ações e Melhorias no Ambiente de Negócios nos Municípios – Ações de Ambiente de Negócios na Regional Oeste e Implementação da Lei Geral nos Pequenos Municípios.
Foi ainda esplanada ações sobre:
  • Liderança;
  • Empreendedorismo e Gestão;
  • Empresas de Alto Potencial;
  • Startups;
  • Ambiente de Negócios;
  • Educação Empreendedora.

            "Foi um seminário de grande proveito, visto que a força produtiva das Micro e Pequenas Empresas no Paraná geram em torno de 50% dos empregos". Destaca a prefeita Noemi.

            O seminário vem fortalecer ainda mais o trabalho que o município vem  fazendo para a implantação da Lei Geral,a qual beneficiará ainda mais as Micro e Pequenas Empresas.

Fonte:http://catanduvas.pr.gov.br/index.php?sessao=86e6c6191evf86&id=1305439

Ex-ministro Márcio Thomaz Bastos morre aos 79 anos em SP

O ex-ministro da Justiça Marcio Thomaz Bastos morreu aos 79 anos na manhã de quinta-feira (20). A informação foi confirmada pela família. Ele estava internado há alguns dias no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para tratamento de problemas no pulmão.As informações são da Folha de S. Paulo.

Desde o mês passado, o ex-ministro apresentava tosse e um pouco de fraqueza. Na semana passada, ele fez uma viagem de trabalho aos Estados Unidos e na volta apresentou um quadro de embolia, que chegou a afetar seu coração.

Thomaz Bastos é considerado um dos principais advogados criminalistas do país. Foi presidente da OAB-SP entre 1983 e 1985 e do Conselho Federal da OAB (1987 a 1989) antes de virar ministro da Justiça (2003 a 2007) no governo Lula.

No julgamento do mensalão, ele fez a defesa do ex-dirigente do Banco Rural José Roberto Salgado, condenado a uma pena de 14 anos e 4 meses de prisão por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta de instituição financeira e evasão de divisas.

O ex-ministro driblou os médicos e chamou advogados de sua equipe envolvidos na Operação Lava Jato para despachar ontem no hospital Sírio-Libanês. Levou uma bronca da família. Bastos foi internado há alguns dias por causa de uma embolia, definida no boletim médico como "descompensação de fibrose pulmonar".

Candói:Prefeito e empresário assinam escritura do terreno da indústria AG Teixeira Agrícola

O prefeito Gelson Costa e o empresário Geovani de Col Teixeira assinaram, na manhã de terça-feira, 18, a escritura de compra e venda do terreno onde está instalada a AG Teixeira Agrícola, em Candói. O lote de 1,8 alqueire estava cedido pela Prefeitura por um prazo de dez anos e agora foi adquirido pela indústria. O valor de R$ 180 mil foi repassado durante o ato das assinaturas, realizado no Gabinete do prefeito.
A AG Teixeira Agrícola é a primeira indústria a comprar um terreno que é resultado dos benefícios da lei 448/2001, o Plano de Desenvolvimento Industrial, Comercial e de Serviços (PLACAN). Atualmente, 20 indústrias instaladas nos DIC’s 1 e 2 (distrito industrial) também são contempladas pela lei. Após o prazo de dez anos, as empresas são submetidas ao processo de aquisição do terreno utilizado.
Para o prefeito Gelson, a geração de empregos ajuda o município crescer. “As empresas que estão instaladas e que são beneficiadas pela lei do PLACAN contribuem para a geração de renda, incentivam o comércio e movimentam a nossa economia”, diz. “Só na AG Teixeira Agrícola, são 60 empregos diretos. Entre as empresas instaladas e as que estão em processo de implantação, existe a previsão de 130 empregos”, acrescenta Sérgio Vargas, secretário da Indústria e Comércio.
A assinatura da escritura de compra e venda do terreno, no Gabinete, contou ainda com a presença da advogada da prefeitura Carmen Leineker, do Departamento Jurídico; do secretário da Indústria e Comércio, Sérgio Vargas; e do agente delegado do Tabelionato de Notas de Candói, Celso Pacheco.

Em 2014, Gleisi e Requião receberam R$ 2,3 milhões das empresas do 'Petrolão'

Os candidatos derrotados ao governo do Paraná Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) receberam juntos R$ 2,3 milhões das empresas Galvão Engenharia, OAS, Queiroz Galvão e UTC – todas investigadas pela Operação Lava Jato. As doações foram feitas legalmente, de acordo com a legislação, e foram declaradas à Justiça Eleitoral. As informações são da Gazeta do Povo.

A Queiroz Galvão doou, por meio da direção nacional do PT, R$ 475 mil a Gleisi. A petista recebeu ainda verbas da UTC (também por intermédio do partido) e doação direta da Galvão. No total, essas empresas repassaram R$ 1,84 milhão para a campanha da candidata.

A campanha de Requião recebeu verba de apenas das empresas investigadas. O grupo OAS repassou R$ 500 mil ao paranaense por meio de doações feitas para a campanha de Michel Temer, vice-presidente eleito.

Em nota, Gleisi informou que “as doações para a campanha ao governo do estado do Paraná em 2014 constam da prestação de contas encaminhada à Justiça Eleitoral, conforme determinação da legislação em vigor”. Por meio de sua assessoria, 

Requião disse que sua campanha nestas eleições para governador foi “modesta e com muita dificuldade”, com arrecadação abaixo dos gastos . A assessoria destacou ainda que a doação da empreiteira OAS foi repassada à campanha pelo comitê de Michel Temer.

A mulher que não aceita conselhos

Conselhos, Dilma não aceitava sequer de Leonel Brizola, mesmo tendo sido fundadora do PDT. De lá para cá, aumentaram sua presunção e arrogância, exceção aberta apenas para o Lula, e, mesmo assim, sem cumprir a maior parte das recomendações que tem recebido.

Dessa forma, são diminutas as possibilidades de a presidente seguir a mais preciosa das sugestões a ela feitas em meio à violenta crise de credibilidade que afeta seu governo. Coube ao senador Pedro Simon, da tribuna, propor a Dilma seguir o exemplo de Itamar Franco, talvez o único presidente da Nova República a ostentar imagem aceita pela maioria da população.

Deveria a chefe do governo, enquanto há tempo, reunir os presidentes de todos os partidos, mesmo os de aluguel, expondo-lhes a necessidade de uma política comum de salvação nacional. Ainda que boa parte dos dirigentes partidários seja olhada de viés pela opinião pública, o conjunto supriria as deficiências de cada parte. A pauta seria a composição de um ministério onde os partidos abririam mão de seus feudos e apoiariam, fora do fisiologismo em voga, uma equipe selecionada entre os melhores de cada setor. Mesmo que nenhum deles pertencesse a partidos ou grupos partidários.

Concluiu o senador gaúcho que o Congresso daria respaldo a um amplo programa de recuperação econômica e política, dada a premência com que se torna imprescindível mudar as instituições para evitar a desagregação nacional. Seria impossível negar apoio a um plano situado acima e além das querelas políticas e partidárias de hoje.

No dia de São Nunca
Querem saber quando a presidente Dilma adotará essa estratégia? Nem no dia em que o Sargento Garcia prender o Zorro. Menos por sua subordinação ao Lula, mais pela sua personalidade singular de dona de todas as verdades absolutas.

Pedro Simon não perdeu seu tempo ao propor uma saída para a crise que nos assola. Afinal, está encerrando uma carreira de 32 anos no Senado, depois de haver sido ministro, líder de governo e governador do Rio Grande do Sul. Foi, e continua sendo, antes de tudo, um dos pilares em que se assentou a reconstrução da democracia no país, bem como um arauto, raras vezes ouvido, de soluções éticas para rompermos o cipoal em que sucessivos governos, depois de Itamar Franco, nos aprisionaram.

Volta aos pampas, mas com uma agenda de fazer inveja: vai atender às centenas de convites recebidos para falar aos jovens, nas universidades e sucedâneos, demonstrando que apesar dos percalços, o Brasil tem saída. Pelo menos, há quem se anime a apontá-la.


Carlos Chagas

Laranjeiras do Sul:Policiais Civis prenderam dois homens acusados do Assassinato em frente ao Motel Dallas, o crime ocorreu no ano de 2011





Crime do motel

Logo ao clarear da manhã desta sexta-feira (21) Policiais civis da 2ª SDP - Laranjeiras do Sul  prenderam dois homens acusados de participarem do Assassinato ocorrido em frente ao Motel Dallas , Antonio Cardoso Fernandes e Edmilson Fernandes foram presos por força de mandado de Prisão expedido pela Justiça.


Era passado pouco mais das 6 horas da manhã desta sexta-feira (21) quando Policiais Civis desencadearam uma Operação Policial para localizar e prender dois homens acusados de participarem do  assassinato de Josuel Marques de Sá na madrugada do dia 1º de outubro de 2011 na entrada do Motel Dallas, as margens da BR 158 .Josuel tinha 37 anos e foi assassinado do 4 tiros , na ocasião Josuel estava acompanhada da sua esposa, o casal estava com um veículo Gol placas de Curitiba.


O crime ficou sem elucidação até alguns dias atrás, sendo que Policiais Civis do Setor de inteligência da 2ª SDP conseguiram novas provas que ligavam Antonio Cardoso Fernandes e seu 
filho Edmilson Fernandes ao assassinato do "motel", diante disso foi solicitado os Mandados de Prisão da dupla, sendo cumpridos nas manhã desta sexta-feira (21), pai e filho foram presos em casa, na Rua Santa Catarina quase esquina com a Avenida Santos Dumont, na água verde.

Contratados para matar

Segundo a investigação da Policia Civil, pai e filho foram contratados para assassinar Josuel, a investigação aponta para o motivo do crime ser passional.
Agora a Policia trabalha no intuito de prender o Mandante do crime.

Veja no vídeo abaixo a reportagem no local


Toda a Operação teve o Comando do Delegado Titular da 2ª SDP Dr.Adriano Choffi.


A dupla foi encaminhada para a 2ª SDP, onde estão encarcerados a disposição da Justiça.


Relembre o caso do Assassinato de Josuel em outubro de 2011

foto:Josuel foi covardemente assassinado em 2011
Clique no link a seguir http://olhoabertopr.blogspot.com.br/2011/10/homem-e-assassinado-na-entrada-de-motel.html

Laranjeiras do Sul:Prefeita Sirlene convida Artagão Júnior para as festividades alusivas aos 68 anos do município

Voltando de Brasília, a prefeita de Laranjeiras do Sul, Sirlene Svartz, esteve no gabinete do deputado Artagão Júnior, nesta quinta-feira (20), quando convidou o parlamentar para as festividades de aniversário de 68 anos do município, com programação de 23 a 30 de novembro.
Acompanhada da assessoria do parlamentar, a prefeita ainda foi ao Provopar (Programa do Voluntariado Paranaense) para solicitar brinquedos a serem distribuídos às crianças nas festividades de Natal do município.
Estiveram com a prefeita Sirlene no gabinete o secretário de finanças, Marcelo Passarin, e o ex-secretário de Governo e Gestão, Gizélio Linhares. 

As transações suspeitas entre os Correios e seu fundo de pensão, o Postalis

Os Correios e seu fundo de pensão, o Postalis, apostaram mais de R$ 300 milhões em transações imobiliárias suspeitas
A Nova Zelândia, a 12.000 quilômetros do Brasil, é um dos países mais transparentes do mundo, um exemplo de excelência em serviços públicos e prestação de contas à população. De Wellington, capital do país, saiu um empreendimento comercial obscuro, que desafia o entendimento no Brasil. No dia 10 de janeiro de 2012, uma empresa de fachada chamada Latam Real Estate New Zealand foi aberta em Wellington, fixada por seus criadores no mesmo prédio ocupado pela Embaixada do Brasil na Nova Zelândia. No dia 5 de março, com menos de dois meses de vida, a Latam abriu em São Paulo uma filial e, 15 dias depois, comprou um terreno de 220.000 metros quadrados em Cajamar, a 45 quilômetros de São Paulo. Em 25 de maio, vendeu o imóvel ao Postalis, o fundo de pensão dos funcionários dos Correios, por R$ 194 milhões. A Latam atravessou o mundo para dar uma ágil jogada imobiliária no Brasil.

O Postalis, um dos maiores fundos pensão do país, aplica recursos para bancar as aposentadorias de funcionários dos Correios. Seu histórico não é dos melhores. No ano passado, apresentou um rombo de quase R$ 1 bilhão nas economias dos carteiros, resultado de investimentos furados e sob investigação em instituições financeiras que foram à lona, como os bancos BVA, Cruzeiro do Sul e Oboé, e até em títulos da dívida argentina. Quem decidia suas aplicações eram diretores indicados pelo PMDB. Sob o comando de um presidente petista desde 2012, o Postalis continua fazendo negócios obscuros.

No início de 2012, o Postalis aceitou dar uma força aos Correios. A estatal precisava comprar o terreno em Cajamar para fazer seu novo centro de logística, mas seu caixa não comportava a aventura. Na ocasião, o então deputado federal, hoje mensaleiro preso, João Paulo Cunha(PT-SP) conversou com o presidente do Postalis, o sindicalista petista Antônio Carlos Conquista. João Paulo foi à sede do Postalis em Brasília tratar do negócio. Conquista também foi procurado por um empresário chamado João Camargo, com negócios em rádios e empreendimentos imobiliários. O Postalis topou comprar o imóvel e alugá-lo aos Correios durante dez anos, por R$ 210 milhões – e se deu mal. O local, que deveria estar pronto no ano passado, só deverá começar a funcionar em 2015. Até lá, o Postalis não receberá um real.

No início, o Postalis negociava a compra de um terreno de propriedade do empresário Luiz Fernando Pires, proprietário da Piazzano Empreendimentos. A área, com galpões já construídos, sairia por R$ 193 milhões. No meio do caminho apareceu a neozelandesa Latam e fez Pires mudar de ideia. Ele vendeu a área à Latam, com os galpões construídos, por R$ 150 milhões – menos que o Postalis havia se disposto a pagar. Pires afirma que o negócio direto com o Postalis, que seria mais lucrativo, “não prosperou”. Menos de três meses depois, a Latam fez um negócio da China, ou melhor, da Nova Zelândia. Vendeu o terreno ao Postalis por R$ 194 milhões.

Formalmente, João Camargo não está vinculado à Latam Brasil. Na Junta Comercial de São Paulo aparecem como sócios a Latam Real Estate New Zealand, com 99,99% das ações, e Marcelo Bicudo, com 0,01%, advogado de Camargo e especialista em criar e representar empresas estrangeiras interessadas em investir no Brasil. Os donos da empresa que fez negócios com o Postalis são brasileiros? “Alguns sim, outros não. São e não são. Veja bem, tudo o que posso falar, falo porque não há nada a esconder”, diz Bicudo. “Agora, os donos desta empresa não querem que o público saiba quem eles são. As autoridades sabem, não há nada de oculto.” Por meio de sua assessoria de imprensa, Pires disse que não responderia a “perguntas especulativas” sobre o negócio em que está envolvido.

Não é necessário ir à Nova Zelândia para fazer bons negócios imobiliários com os Correios ou com o Postalis. No final de 2012, os Correios compraram por R$ 123 milhões um terreno de 73.000 metros quadrados para erguer seu futuro Centro de Cartas e Encomendas de Brasília. O dono da área, o governo do Distrito Federal, recebeu o pagamento à vista. Passados quase dois anos da compra, o mato cresce no local, junto com entulho de obras vizinhas. O terreno não conta sequer com uma placa de identificação. Os Correios dizem esperar um projeto executivo da obra para realizar a licitação que levantará os prédios. A razão é outra: pelas normas urbanísticas, a área comprada pelos Correios não pode abrigar empreendimentos comerciais.

Documentos obtidos por ÉPOCA mostram que os Correios sabiam disso antes da compra. No dia 7 de dezembro, dois advogados da estatal registraram que a diretoria deveria avaliar o risco do investimento, pois àquela altura o terreno não poderia abrigar as atividades pretendidas pela empresa. Os advogados alertaram também que a avaliação do terreno feita pelos Correios apontava para o valor de R$ 104 milhões, quase R$ 20 milhões a menos que os Correios pagaram. Três dias depois, em 10 de dezembro, a diretoria executiva dos Correios ratificou a compra. “Até acontece. Mas é raro a diretoria não levar em conta uma opinião do departamento jurídico”, diz o ex-chefe do departamento e um dos autores do parecer, Roger dos Santos. Os R$ 123 milhões foram parar nos cofres da Terracap, empresa do governo de Brasília que cuida dos terrenos públicos da capital. Naquele momento, a Terracap estava com dificuldades de caixa, em virtude da construção do estádio Mané Garrincha, para a Copa do Mundo.

Apavorada com a demora na aprovação da mudança da destinação do terreno, a diretoria dos Correios, comandada pelo PT, pressionou o governo do Distrito Federal, também petista, para mudar a lei e permitir a construção na área. O alívio chegou em setembro de 2013, mas durou pouco. O Ministério Público do Distrito Federal contestou as decisões do governo do Distrito Federal, e os Correios poderão ser impedidos de construir na área comprada. O assunto é discutido por um órgão que regula o uso dos terrenos de Brasília, uma cidade tombada pela Unesco. Não há previsão sobre quando a discussão sobre o uso do local terminará. Durante uma reunião que discutia o assunto, o representante da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do DF, Paulo Muniz, disse que os Correios “compraram gato por lebre”.

Os Correios afirmam, por meio de sua assessoria, que a compra do terreno em Brasília foi regular. Sobre a decisão de comprar o imóvel em Brasília, dizem que “o parecer jurídico” é “opinativo e, portanto, não é uma decisão”. A nota também afirma que os Correios não sofreram prejuízos em razão de os centros de Brasília e Cajamar ainda não estarem em funcionamento. “Está tudo dentro do cronograma de investimentos”, diz a nota. Por meio da assessoria de imprensa, o presidente do Postalis, Conquista, afirma que a operação de Cajamar foi aprovada com base em estudos técnicos. Diz que as conversas mantidas com João Paulo e Camargo não tiveram relação com o imóvel de Cajamar. Disse, ainda, que o fato de o Postalis não receber o aluguel do imóvel não deve ser associado a prejuízo, pois se trata de um investimento de longo prazo. O ex-deputado João Paulo cumpre pena em Brasília, condenado pelo envolvimento no mensalão. Por meio de seu advogado, ele informou que não se pronunciaria sobre o assunto. Camargo não atendeu aos pedidos de entrevista da reportagem de ÉPOCA. Vender terrenos para os Correios ou para o Postalis pode ser um bom negócio. Basta ter as conexões corretas no Brasil e na Nova Zelândia.


Filipe Coutinho e Murilo Ramos, Época